2 primeiros passos fundamentais para o planejamento financeiro

Fazer o planejamento financeiro requer algumas ações importantes antes de elaborar as projeções e entender os passos seguintes. Provavelmente é aí que mora a dificuldade do planejamento, uma vez que o nosso mindset nos faz entender que planejar é criar ações para colocar em prática, baseado em um objetivo a ser alcançado. Esse raciocínio está correto, porém na área financeira precisamos de algo a mais, como por exemplo a importância de basear-se em dados e fatos mensuráveis para construir algo confiável (afinal estamos falando do dinheiro da empresa). Claro que podemos partir do zero, principalmente quando é algo novo, mas para empresas que já estão em operação, o histórico financeiro é muito importante para auxiliar na construção das projeções e ações futuras. O planejamento financeiro é pautado nisso, uma vez que precisamos visualizar onde estamos para definirmos onde queremos chegar.


Veja abaixo os 2 passos essenciais para um excelente planejamento, e vamos colocar isso em prática para ter uma visão estratégica do negócio!


1 – Organização dos processos é essencial!

Primeiro passo importantíssimo é o entendimento de como você fará o controle das suas informações financeiras e se essa forma que você escolheu é a melhor para o seu modelo operacional. É muito comum realizar o controle financeiro através de planilhas, mas a questão é: se você tem estoque (impacto direto nos relatórios financeiros), como é que você vai gerir ele através da planilha? Pensando nas movimentações financeiras, recebimentos e pagamentos, você vai conseguir consolidar as informações para ter uma visão gerencial dos resultados?

Muitos sabem mexer no excel, porém muitos tem conhecimento básico o qual talvez não seja o suficiente para construções de cenários consolidados. São esses que trazem uma visão estratégica para o negócio. Considere tudo isso. O excel é maravilhoso, mas é importante refletirmos as situações em que essa ferramenta realmente auxiliará a gestão do seu negócio.

Outro ponto essencial é o plano de contas, ou seja, os grupos de classificações que serão utilizados para caracterizar toda e qualquer movimentação financeira. Repetindo: toda e qualquer movimentação financeira. O plano de contas é composto por grupos e subgrupos, ou seja, cada grupo é desdobrado em outras categorias. Por exemplo:


Despesas Administrativas (Grupo)

Aluguel e condomínio (subgrupo)

Internet e telefonia (subgrupo)

Consultorias administrativas (subgrupo)

Pró-labore (subgrupo)

Etc.

Garanta que o plano de contas que você está utilizando é totalmente aderente a realidade da sua empresa, é através dele que você analisará os resultados da empresa e fará a construção do planejamento.

2 – A operação financeira é muito importante, execute-a com perfeição.

O lado operacional da área financeira é o Contas a Pagar e Contas a Receber, aquela atividade de lançamento de despesas, receitas e notas fiscais. É conferir as movimentações que estão na planilha ou no sistema de gestão e garantir que bate com o extrato bancário. É bem comum o pessoal achar essa rotina bem maçante e realizá-la esporadicamente, mas a partir do momento que você compreender o impacto que ela tem na elaboração de um excelente relatório e, assim, nas análises e planejamento financeiro, você tende a querer que ela seja simplesmente perfeita.

Lançar as movimentações financeiras não diz respeito somente a documentar o valor e data em que ocorreu o fato. Você precisa lançar todas as informações que você quer ver no relatório. Entenda que os lançamentos das movimentações financeiras gerarão o banco de dados, que gerarão os relatórios que você precisar para compreender os resultados e comportamento da sua empresa, bem como a base para o planejamento financeiro.

Se você colocar em prática os dois passos acima e mantiver as rotinas em dia, tenha certeza de que você vai ter bons relatórios para análise e eles te trarão uma visão estratégica do negócio, ajudando você na construção das ações futuras e, assim, no empoderamento para tomada de decisão.

© 2020 por MR Finance