Dicas de como iniciar um planejamento financeiro empresarial

Executar de forma precisa um bom planejamento financeiro é fundamental para que a sua empresa possua um maior direcionamento nos processos de tomada de decisões empresarias sem comprometer o orçamento de sua empresa. Com um planejamento bem definido, fica claro o que se pode investir sem causar danos à situação financeira de seu negócio. Dessa forma é possível saber quanto a empresa gera de faturamento, quanto terá de lucro e quanto será necessário gastar para realização de novos investimentos, contratação de colaboradores, aquisição de produtos com fornecedores, dentre outras transações.

Sendo assim, a partir de um planejamento financeiro empresarial, os gestores podem nortear todas as transações que envolvem o seu negócio a um curto, médio e até longo prazo.



E você sabe qual o primeiro passo?


Faça uma projeção de receitas e despesas

O primeiro passo para elaborar um planejamento financeiro empresarial eficiente, é analisar o histórico de movimentações efetivadas de entrada e saída de caixa da sua empresa, e a partir das informações obtidas, fazer uma projeção realista das despesas e receitas que estão por vir e costumam ser padronizadas em seu fluxo de caixa.


É extremamente importante fazer essa estimativa para manter o seu orçamento empresarial preparado para os futuros gastos sem a necessidade de comprometer a situação financeira de seu negócio.

Lembrando, que é fundamental listar alguns gastos emergenciais que podem surgir. É sempre bom estar preparado para essa situação, então, o ideal é projetar sempre a mais para evitar surpresas.


Faça um acompanhamento de todas as suas movimentações financeiras

É essencial registrar diariamente todas as finanças da sua empresa. Em uma planilha eletrônica, você já consegue gerenciar todas as suas receitas e despesas, além de registrar a origem de cada uma dessas movimentações.

No entanto, vale ressaltar que, se você quiser ter uma excelente análise financeira, com detalhes importantes para a compreensão do comportamento financeiro do negócio, sugerimos o uso de uma plataforma de gestão. Há várias opções do mercado, com preços acessíveis e versões gratuitas.


Identifique os gastos que podem ser cortados do orçamento

A partir do registro de todas as receitas e despesas de sua empresa, é possível enxergar com clareza de onde vem a maior parte de seus gastos. Entre essas despesas, certamente estão alguns gastos desnecessários que não são prioridades e que podem ser cortados do orçamento.


Faça um estudo interno da sua empresa

Como está a sua cartela de fornecedores, eles oferecem boas condições de pagamento e estão abertos a negociações?

Além disso, é importante analisar fatores como o tempo de atuação que o seu empreendimento possui no mercado, o público-alvo, crescimento da base de clientes, variação de faturamento da empresa em determinado período, dentre outros fatores.


Estabeleça os objetivos e ações a serem realizadas

Terminar o ano no azul, obter um crescimento de determinada porcentagem em relação ao faturamento do mês anterior ou conseguir pagar todas as contas pendentes, por exemplo, são algumas das metas que podem ser traçadas em relação ao planejamento financeiro de seu empreendimento.


Mensure os resultados

De nada adianta realizar todo o planejamento, estabelecer metas e projetar diferentes possibilidades, e deixar tudo isso no papel, sem um acompanhamento rigoroso dos resultados.

A partir deste acompanhamento, é possível avaliar a continuidade das ações estabelecidas no planejamento, ou então propor alterações e investir em novas estratégias, em caso de os resultados não estarem dentro do esperado!